Informações básicas sobre a Irlanda

A República da Irlanda é um país localizado no continente europeu, que ocupa cinco sextos da Ilha da Irlanda, situada a Noroeste da Europa (Fonte: Brasil Escola, 2016). O restante da ilha é ocupado pela Irlanda do Norte, pertencente ao Reino Unido.
O lado leste da ilha é banhado pelo Mar da Irlanda, que a separa da Ilha da Grã-Bretanha, enquanto o lado oeste é banhado pelo Oceano Atlântico. Ao sul, é banhada pelo Mar Céltico (Fonte: União Europeia)
A capital, Dublin, tem população de mais de 1 milhão de habitantes (Fonte: Guia Lonely Planet, 2014). Já o país tem 4,6 milhões de habitantes (Fonte: União Europeia).
A Ilha da Irlanda é conhecida também como Ilha Esmeralda, apelido dado devido ao verde presente em suas paisagens.
Esta postagem contém algumas informações que consideramos básicas sobre o país. Confira nossas dicas e prepare com mais tranquilidade a sua viagem pela Ilha Esmeralda!

1. MOEDA UTILIZADA:

EURO. A Irlanda é membro da Zona do Euro desde 1 de Janeiro de 1999 (Fonte: União Europeia), porém o país não é membro do Espaço Schengen.

2. LÍNGUAS OFICIAIS:

GAÉLICO e o INGLÊS. As placas de informações turísticas, os letreiros do transporte público, as placas de sinalização no aeroporto, etc. sempre aparecem nas duas línguas oficiais. Mas não se preocupe, você utilizará somente o inglês para a comunicação.

3. TEMPO, CLIMA E TEMPERATURAS

O clima na Irlanda é bastante influenciado pelo Oceano Atlântico.
A temperatura média fica em torno dos 10°C. No verão, as temperaturas podem chegar aos 20°C e os dias podem ter duração de até 18 horas de luz solar.
No inverno as temperaturas podem alcançar valores negativos, porém é rara a ocorrência de neve. Janeiro e Fevereiro são os meses mais frios (Fonte: www.ireland.com).
É aconselhável que você tenha sempre na sua bolsa/mochila uma blusa impermeável, pois a chuva é algo frequente na Irlanda. Os guarda-chuvas não sobreviverão às rajadas de vento.
Opte também por um calçado que não molhe por dentro. Ficar com os pés molhados e úmidos em temperaturas baixas não é algo interessante! Usamos muito nossas botas de trilha, já que elas são mais difíceis de molhar.

4. DIRIGIR NA IRLANDA

Os veículos na Irlanda seguem a mão inglesa. Lembre-se de que neste caso você dirigirá no lado esquerdo das vias e fará ultrapassagens pela direita.
Ao andar pelas ruas, também fique atento na hora de atravessar os cruzamentos, pois os carros virão do sentido contrário ao que estamos acostumados.

5. RODOVIAS E PEDÁGIOS (TOLL):

Existem 4 tipos de rodovias na Irlanda e as velocidades são medidas em km/h.

  • Motorway: são as rodovias mais rápidas, com velocidades de 120 km/h. O prefixo M vem antes do número da rodovia. Apresentam pedágios (Toll).

*Pedágio na M50 - esta Motorway é o “rodoanel” de Dublin, e o pedágio é pago pela internet, através do site eflow.ie. É a única Motorway da Irlanda com este sistema de pagamento! Se você não pagar o pedágio até às 20:00 horas do dia seguinte, será multado.
Os pedágio são mais semelhantes aos do Brasil em outras rodovias do tipo Motorway: você pode passar nas cabines com atendentes; ou, se tiver o valor exato em moedas, pode passar nas cabines automáticas. Não há recibo/comprovante de pagamento como aqui no Brasil.
Os valores variam entre entre as rodovias. Pagamos pedágios de 1,90  e de 2,90 euros.

  • National Roads: são as rodovias nacionais, com o prefixo N antes do número. A velocidade é de 100 km/h.

  • Regional Roads: são rodovias regionais, com o prefixo R antes dos números. Ligam pequenas cidades umas às outras e também conectam estes núcleos menores às principais rodovias do país. O limite de velocidade é de 80 km/h.

  • Local Roads: são as estradas em áreas rurais ou uma rua urbana mais ampla. O limite de velocidade é de 80 km/h.

6. ESTACIONAR EM DUBLIN (PARKING):

 A cidade de Dublin está dividida em 5 zonas de tarifas. O tempo máximo para ficar estacionado é de 3 horas. Os tickets são retirados nas máquinas automáticas e há placas indicando a localização delas.
Caso você ultrapasse o limite de tempo ou não coloque o ticket visível no carro, você poderá ser clipado (clamp), ou seja, ter as rodas travadas para que seu carro não saia do lugar. O valor para que seu carro seja liberado é de 80 euros! (Fonte: Dublin City Council).

As zonas:

  • Zona amarela - é a de maior procura e também a de maior preço, com valor de 2,90 euros/hora.

  • Zona vermelha - apresenta alta demanda, com preço de 2,40 euros/hora.

  • Zona verde - com média demanda, o preço é de 1,60 euros/hora.

  • Zona laranja - de baixa demanda, tem valor de 1,00 euro/hora.

  • Zona azul - 60 centavos/hora, nas vilas suburbanas.

7. COMBUSTÍVEIS PARA AUTOMÓVEIS:

Na Irlanda, você encontrará dois tipos de combustíveis para abastecer seu veículo - diesel e gasolina
Nos postos, a gasolina aparecerá com o nome de Unleaded.
Atenção, pois nos postos não há frentista! Você abastece seu carro e paga no caixa da loja de conveniência. Todas as bombas são numeradas.

8. TRANSPORTE PÚBLICO:

  • Dublin Bus:

O sistema de transporte público na capital Dublin e seus arredores pode ser  feito pelo Dublin Bus, os ônibus circulares de lá. Este foi o sistema que utilizamos para nos deslocarmos até o centro da cidade.
Os trechos variam de valor, portanto, ao subir no ônibus diga ao motorista (não há cobrador) onde você irá descer e ele falará o preço. Você deverá pagar em moedas e no valor exato, pois não há devolução de troco.
Você colocará o valor da passagem na máquina automática em frente ao motorista e ele dará o seu ticket de viagem. Este é o seu comprovante, portanto, esteja com ele durante todo o trajeto.
Se você usar o Leap Card*, há duas opções. A primeira é que você pode passa-lo na máquina acionada pelo motorista. Diga em qual ponto você irá descer, e ele descontará o valor do trecho. Se você optar por passar no leitor automático (igual ao que temos aqui no Brasil), será descontado no cartão o valor até o destino final da linha.

leap card

Leap Card - cartão utilizado para o sistema de ônibus circulares em Dublin (Foto: Tissiana Souza).


Não há catracas no veículo e todos sobem e descem pela porta dianteira.
Os ônibus são equipados com letreiros que informam os pontos de parada ao longo da linha.
Outra diferença é que os veículos apresentam 2 andares.
Você também pode usar o aplicativo do Dublin Bus para acompanhar o tempo restante para que o ônibus da linha que você vai utilizar passe no ponto (Bus Stop) onde você espera.

*Leap Card:

É o cartão de transporte público. Além de ser utilizado no serviço dos ônibus circulares (Dublin Bus), pode ser usado também para o Airlink, Xpresso e Nitelink, LUAS, DART e Commuter Rail services (Fonte: Dublin Bus).
O cartão pode ser adquirido por 5,00 euros, que podem ser reembolsados caso você devolva o cartão. Também são 5,00 euros o valor mínimo de créditos para recarrega-lo.
Quando você for recarregar seu cartão em algum ponto físico, use a expressão “TOP-UP”.
Nós usamos o Leap Card normal, pois ficamos muitos dias em Dublin. Porém, se sua passagem pela capital durar apenas 72 horas, poderá optar pelo Leap Visitor Card, que dá direito a uso ilimitado ao Dublin Bus, Airlink, Nitelink, Xpresso DART e Commuter Rail e LUAS. Este cartão custa 19,50 euros e não é valido para Dublin Bus Tours. É adquirido no Travel Information Desk, Spar Terminal 1 do Aeroporto de Dublin (Fonte: Leap Card).

  • LUAS:

É equivalente ao VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). São duas linhas em Dublin e elas não se cruzam.
A Linha Verde conecta Brides Glen com St. Stephen’s Green e a Linha Vermelha liga Tallaght a The Point e Saggart com Connolly.
Obras no centro de Dublin estão ocorrendo para a ampliação e melhoria do sistema LUAS. Por isto, em alguns trechos da cidade o trânsito fica bastante carregado e algumas ruas estão interditadas. 
Os vagões do LUAS dividem espaço com os carros. Portanto, fique atento quando houver a presença de trilhos pelas ruas!

  • DART (Dublin Area Rapid Transport):

Sistema de trem metropolitano, que liga Dublin a Howth, a Malahide e a Greystones.

9. TOMADAS: 

Os aparelhos eletrônicos na Irlanda apresentam tomadas do tipo G (padrão do Reino Unido), com três pinos no formato retangular. Foi necessário o uso de adaptadores para recarregar nossos aparelhos eletrônicos.

tomada irlanda

Sistema de tomadas da Irlanda. É preciso um adaptador! (Foto: Tissiana Souza).

10. SEGURANÇA

A Irlanda em geral é um local seguro, mas é sempre bom ficar atento com seus pertences! Em Dublin, pontos turísticos apresentam indicações para tomar cuidado com os batedores de carteira. Já na rota do Ring of Kerry, as placas avisam para que as pessoas não deixem pertences de valor em seus carros.

11. CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS

A idade mínima para a compra e consumo de bebidas alcoólicas na Irlanda é 18 anos. Você deverá apresentar uma carteira de identificação quando questionado sobre sua idade.
Lembre-se que é proibido beber na rua! Você pode beber somente dentro dos estabelecimentos comerciais (no máximo na calçada em frente ao pub).
Nem todos os estabelecimentos estão autorizados a vender bebidas alcoólicas. Os estabelecimentos autorizados terão os dizeres "off licence".

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: