A Cordilheira dos Andes no verão

Quem vai para Santiago sempre tem na sua lista de desejos um dia reservado para conhecer a Cordilheira dos Andes
Mas, e se você for a Santiago no mês de Dezembro? É bem provável que venha à sua mente o seguinte pensamento: “Ah, mas não vai ter neve na Cordilheira! Não sei se vale a pena conhece-la no verão.”
Então está na hora de mudar de perspectiva! Passar um dia na Cordilheira durante o verão é tão mágico quanto no inverno!
Hoje contaremos sobre nosso passeio de um dia pelos Andes, num tour panorâmico partindo de Santiago com destino ao Valle Nevado.

 

cordilheira dos andes

Cordilheira dos Andes! Vista maravilhosa das montanhas! (Foto: Tissiana Souza).

 

1. DICAS PARA A SUA VIAGEM: 

Antes de iniciar sua viagem para a Cordilheira dos Andes, lembre-se de que você estará em altitudes acima das encontradas no Brasil. Você poderá sentir alguns efeitos desta mudança, como dor de cabeça, respiração curta, náuseas, tontura ou vômitos. Cada pessoa pode reagir de uma forma diferente e até mesmo não sentir nada. Eu (Tissiana) senti cansaço e fiquei ofegante ao fazer caminhadas curtas, mas nada que me impedisse de aproveitar o passeio.
A estrada para o Valle Nevado é praticamente toda feita de curvas. Se você passa mal quando viaja em estradas, ter algum remédio para evitar enjoos tanto na subida como na descida pode ser de grande ajuda!
Outra dica diz respeito ao transporte. Além das curvas, a estrada é estreita e exige experiência dos motoristas, principalmente se estiver nevando. Neste caso, opte por contratar um serviço, que pode ser transfer, empresa de taxi para um tour particular ou empresa de turismo. É melhor garantir uma viagem segura do que se arriscar sem necessidade!
Mesmo sendo verão e com Sol, tenha um agasalho com você! As temperaturas a 3000m de altitude variam entre 4°C e 10°C no início dos mês de Dezembro, em média. Consulte a previsão do tempo para o dia de seu passeio, assim você poderá se preparar melhor.

2. O PREÇO: 

Para passar o dia na Cordilheira, contratamos um serviço de táxi particular saindo do Hotel Principado, em Santiago.
O preço por pessoa foi praticamente o mesmo de uma empresa de turismo que faz este tipo de passeio panorâmico. A diferença é que não tivemos um guia.  O valor do passeio foi de 25.000 pesos/pessoa.
No site da empresa de turismo Turistik (o link está nas informações), com a qual já fizemos passeios em Santiago, o preço atual (ano de 2015) para um tour de 4 horas pelos Andes é de 26.000 pesos (aproximadamente R$135,00).

3. O PASSEIO PELA CORDILHEIRA DOS ANDES: 

A vantagem de fazer um passeio de carro pela Cordilheira dos Andes é que a emoção já começa logo na saída de Santiago! É assim que você tem a real dimensão da largura da estrada, que é muito estreita! Além disto, muitos ciclistas fazem seus treinamentos na rodovia, dando um frio na barriga ao cruzar com eles em locais perigosos! O carro proporciona ver o caminho com mais clareza, pois no ônibus você terá somente a visão lateral.
Inicialmente, a estrada se parece com algumas pistas serranas que temos no Brasil. Mas depois de um tempo é que a coisa muda: começam as curvas em cotovelo, praticamente fazendo um ziguezague pelas encostas das montanhas! Os veículos trafegam em velocidades baixas.
Nossa primeira parada foi no Mirador de Los Tres Valles, onde tivemos bastante tempo para observar e admirar a Cordilheira dos Andes. Nos picos mais altos e distantes havia neve, enquanto na área mais baixa, onde estávamos, reinava a explosão da vida! Caminhamos por uma trilha curta, onde pudemos ver o Estero (rio) de Yerba Loca correr por um vale profundo. Conseguimos também ver parte da estrada por onde subimos.

 

cordilheira dos andes

Caminhada pela trilha curta do Mirador de los tres valles (Foto: Tissiana Souza).

 

cordilheira dos andes

Primeira parada - Mirador de los tres valles. Visão espetacular dos Andes! (Foto: Tissiana Souza)

 


A vegetação neste local era rasteira e com muitas flores! Muitos cactos também estavam florescendo! Nas encostas das montanhas, o verde da vegetação se alternava com muitas rochas expostas.

 

flores cordilheira dos andes

Flores da cordilheira! (Foto: Tissiana Souza)

 

cactos andes

Cacto florescendo na cordilheira (Foto: Tissiana Souza).


Continuamos nossa subida e paramos em mais um ponto da estrada. Neste local, há uma construção feita aproveitando um grande bloco rochoso. Também aproveitamos para ver mais um pouco dos Andes! Olhar a cordilheira nunca é demais! Vimos neste local cavalos selvagens pastando tranquilamente.

 

cordilheira dos andes

Segundo ponto de parada para observação da Cordilheira (Foto: Tissiana Souza).

 

cavalos selvagens andes

Cavalos selvagens pastando tranquilamente (Foto: Tissiana Souza)


Após subirmos 60 curvas em cotovelo (desde as proximidades com Santiago)  chegamos ao Valle Nevado!
Este Ski Resort para a prática de esportes de neve está localizado cerca de 60 km de Santiago. Na sua base, a altitude é de 3000m acima do nível do mar. O complexo do Valle Nevado é composto por hotéis, restaurantes, apartamentos, pubs e bares. No local é possível comprar e alugar equipamentos para praticar esportes de neve e fazer aulas de ski. 
O resort estava tranquilo e sem movimento. Recarregamos nossas energias no restaurante com um ótimo chocolate quente! Depois partimos para uma caminhada e ficamos por lá o quanto quisemos.
As pistas já estavam sem neve. Se você for no verão, repare como o terreno onde são as pistas de ski e snowboard são diferentes do terreno fora da área do resort!

 

valle nevado ski resort

Pistas do Valle Nevado Ski Resort sem neve, em dezembro de 2014 (Foto: Tissiana Souza).

 

valle nevado ski resort

Valle Nevado Ski Resort - visão geral de todo o complexo turístico (Foto: Tissiana Souza).


A Cordilheira é bastante diferente nesta altitude. As encostas das montanhas não tem vegetação e pode haver alguns pontos ainda com neve! Talvez você também consiga ver alguns pequenos rios que se formam com o degelo da neve. A paisagem é lindíssima!

 

cordilheira dos andes

Os topos mais alto conservam a neve, mesmo no verão (Foto: Tissiana Souza).


Após a caminhada pelo Valle Nevado, colocamos o pé na estrada novamente, descendo em direção a Farellones, uma área turística também relacionada com esportes de neve.  Tivemos a sorte de ver o voo suave de um Condor, ave típica da região andina e símbolo nacional do Chile.

 

voo do condor

O vôo do Condor! Ave símbolo do Chile! (Foto: Tissiana Souza)


Almoçamos no Hotel Restaurant Farellones, com uma bela vista para a Cordilheira. Os pratos custavam cerca de 14.000 pesos chilenos. Neste restaurante há um Condor empalhado, o que atrai a atenção dos clientes. É uma ave muito grande, com uma envergadura que pode chegar a 3,2 metros.
Após o almoço, demos uma ultima olhada na paisagem andina em Farellones e encerramos nosso passeio retornando a Santiago.

 

farellones chile

Parque de Farellones - complexo turístico (Foto: Tissiana Souza).


Conhecer a Cordilheira dos Andes é sair das nossas paisagens rotineiras. Esta cadeia de montanhas é totalmente diferente das áreas de serras existentes no Brasil. Não deixe de conhecer, seja inverno ou verão! É um passeio a ser lembrado para sempre!

Endereço

Avenida Vitacura 5250 of. 304, Vitacura, Región Metropolitana, Chile

Para mais informações

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: