A surpreendente Igreja da Candelária

A Igreja de Nossa Senhora da Candelária esteve na mídia durante o evento da Rio 2016, graças à pira olímpica que ficava em frente à igreja! Quando fomos conhecer o Boulevard Olímpico (Porto Maravilha), resolvemos aproveitar o passeio para também conhecer esta bela construção e para a nossa alegria, ficamos surpresos com a beleza da Candelária! Valeu colocá-la no roteiro! A Candelária fica no Centro Histórico da cidade do Rio de Janeiro, na Praça Pio X.

1. COMO CHEGAR:

-Metrô: Estação Uruguaiana (Linhas 1 e 2) – saia para a Rua Uruguaiana e vire à direita na Av. Presidente Vargas. Você verá a cúpula e as torres da igreja na Avenida. São 450 m de caminhada.
-VLT: Estação Candelária – são 170 m de caminhada até chegar à Igreja.

2. A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CANDELÁRIA:

 Visitar a Igreja da Candelária foi um passeio bastante surpreendente! Nós nunca tínhamos visto fotos do interior da construção e quando chegamos, ficamos de queixo caído com tamanha beleza! São muitos detalhes nos bancos, nos pisos, nas pinturas! É uma verdadeira obra de arte, e sem dúvidas, uma das igrejas mais bonitas que conhecemos no Brasil!
A Igreja da Candelária é considerada patrimônio material do Estado do Rio de Janeiro. Diz a lenda que o nome da igreja vem da história de um quase naufrágio de um navio que se chamava “Candelária”, onde estava o casal formado pelo capitão Antônio Martins Palma e sua esposa Leonor Gonçalves. Os dois teriam feito uma promessa de construir uma Igreja para Nossa Senhora da Candelária, caso sobrevivessem (Fonte: visit.rio).
Ao chegar ao Rio de Janeiro, o casal cumpriu a promessa, construindo uma pequena capela que foi inaugurada em 18 de agosto de 1634. Em 1775 houve a decisão de construir uma nova igreja, devido ao mau estado de conservação da capelinha. (Fonte: mapadecultura.rj.gov.br).
Segundo o site visit.rio, a nova igreja foi projetada pelo engenheiro militar português Francisco João Roscio. O material utilizado na construção foi retirado da Pedreira da Candelária, no bairro do Catete. Em texto escrito para o Diário do Rio, Felipe Lucena destaca que a construção da Igreja da Candelária foi inspirada em outros templos portugueses, como a Basílica da Estrela (Lisboa) e a Igreja do Convento de Mafra.
A inauguração foi feita em 1811, mesmo com as obras ainda inacabadas, devido à presença da família real no Brasil (Fonte: visit.rio).
A Igreja da Candelária apresenta planta em cruz latina, sendo a nave central correspondente à parte inferior da cruz; a capela-mor com o altar principal ficando na parte superior; e as duas capelas laterais - do Santíssimo Sacramento e de Nossa Senhora das Dores - são os braços da cruz (Fonte: mapadecultura.rj.gov.br).

candelária

O interior da Igreja da Candelária: nave central (Foto: Tissiana Souza).

candelária

Altar principal da Igreja da Candelária (Foto: Tissiana Souza).

O interior do templo apresenta revestimento em mármore (Fonte: mapadecultura.rj.gov.br), e os painéis foram pintados pelo brasileiro João Zeferino da Costa (professor da Academia Imperial de Belas Artes) contando a história da construção da Candelária (Fonte: visit.rio).
Já as portas são de bronze e a fachada é feita em cantaria (blocos de rochas que apresentam ângulos de 90°, também chamado de pedra esquadrejada) (Fonte: mapadecultura.rj.gov.br).
Sua fachada principal está voltada para a Baía de Guanabara, que na época de construção da igreja era a principal “porta de entrada” para a cidade. Uma curiosidade é que os relógios presentes nas torres têm funções diferentes: um deles mostra as horas, enquanto o outro marca o dia do mês, o dia da semana e as fases da lua (Fonte: mapadecultura.rj.gov.br).

candelária

Fachada principal da Igreja da Candelária, no centro da cidade do Rio de Janeiro (Foto: Tissiana Souza).

A construção da cúpula foi a parte mais difícil! O trabalho durou entre 1856 e 1877 e vários arquitetos trabalharam na obra. Foi feita com pedra lioz portuguesa (um tipo de calcário raro, que ocorre na região de Lisboa e arredores), trazida diretamente de Lisboa. A igreja da Candelária foi o edifício mais alto do Rio de Janeiro por muitos anos, graças à sua cúpula (Fonte: visit.rio).

candelária

Cúpula da Igreja da Candelária. (Foto: Tissiana Souza).

A grande novidade da revitalização da zona portuária e da implosão do Viaduto da Perimetral foi fazer com que a Igreja da Candelária novamente pudesse "olhar" o mar, já que o viaduto dificultava a visão da Baía de Guanabara! Quando o avião desce em direção ao aeroporto Santos Dumont, é possível ver a fachada da igreja voltada para a Baía!

Endereço

Praça Pio X, Centro, Rio de Janeiro, CEP: 20040-020

Preços para o ano de 2016

Gratuito

Horário

De segunda a sexta-feira, das 07:30 às 15:50 horas.
Sábado, das 08:00 às 12:00 horas.
Domingo, das 09:00 às 13:00 horas.

Para mais informações

visit.rio:
http://visit.rio/

Mapa de Cultura do Rio de Janeiro:
http://mapadecultura.rj.gov.br/home

Transporte Metropolitano do Rio de Janeiro:
http://visitriocache.s3.amazonaws.com/wp-content/uploads/2016/07/MapasModais_RIO2016-6.pdf

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: