St. Stephen’s Green Park

O St. Stephen’s Grenn Park (ou Parque de Santo Estevão, em português) é uma das áreas verdes mais tradicionais de Dublin! Localizado na parte mais central da cidade – o City Centre - o Parque St. Stephen’s Green é um oásis de tranquilidade com 400 anos de história!
O parque é ideal para uma caminhada tranquila e para descansar após passear pela cidade. As gaivotas dominam o lago e os monumentos históricos irlandeses dão um ar cultural ao parque!

st stephen's green park

St. Stephen's Green Park, no coração de Dublin: a tranquilidade contrasta com o caos da capital (Foto: Tissiana Souza).

1. COMO CHEGAR:

-LUAS: Estação St. Stephen’s Green (Linha Verde). O parque fica ao lado da estação.

2. O PARQUE:

O nome do parque se origina de uma antiga igreja chamada “St. Stephen”, localizada próxima à área do parque no Século XIII (Fonte: St. Stephen’s Green Park).
A área do St. Stephen’s Green Park era um lugar pantanoso, utilizado pela população de Dublin para alimentação do gado (Fonte: St. Stephen’s Green Park).
No ano de 1663, a City Assembly decidiu transformar o pântano em um local que poderia gerar renda para a cidade. Uma área de 27 acres foi demarcada para a criação de um parque e mais 90 lotes. Cada proprietário plantou 6 plátanos no entorno da área delimitada do parque, para dar mais privacidade a quem fosse visita-lo. No ano de 1670, foram contratados os primeiros jardineiros para a manutenção (Fonte: St. Stephen’s Green Park).

st. stephen's green park

St. Stephen's Green Park (Foto: Tissiana Souza).

Naquela época, o parque era público. Era frequentado pela alta sociedade de Dublin, sendo local para exibição da moda do Século XVIII, principalmente após a abertura da Grafton Street (a “Champs Elysées” de Dublin) em 1708 e da Dawson Street em 1723 (Fonte: St. Stephen’s Green Park).
Durante o Século XIX, o parque entrou em deterioração. Os muros que o cercavam estavam quebrados e muitas árvores estavam em mau estado de conservação. Uma reforma ocorreu em 1814 e o parque passou a ser privado. Somente aqueles que alugavam as chaves do St. Stephen’s Green poderiam acessá-lo (Fonte: St. Stephen’s Green Park).
Em 1877, Sir Arthur Guinness – o dono da Cervejaria Guinness – ofereceu-se para comprar o parque da Comissão Municipal responsável pela administração e devolve-lo ao público. Sir Arthur Guinness pagou todas as dívidas do parque e em seguida financiou o paisagismo do St. Stephen’s Green, que teria custado aproximadamente 20.000 libras na época. Diz-se que muitas características do parque foram sugestões do dono da cervejaria (Fonte: St. Stephen’s Green Park).

st. stephen's green park

O St. Stephen's Green Park tem muitas estátuas (Foto: Tissiana Souza).

Em 1880, após 3 anos de reconstrução, o parque foi novamente reaberto para toda a população de Dublin (Fonte: St. Stephen’s Green Park).
Durante o Levante de Páscoa, em 1916, o parque foi tomado Michael Mallin e Constance Markiewicz. Trincheiras foram construídas e a estufa passou a ser uma estação de primeiros socorros. No Arco dos Fuzileiros, na entrada noroeste do parque, há evidencias dos combates pela Independência da Irlanda, com marcas de balas no monumento (Fonte: St. Stephen’s Green Park).
O Parque continua aberto ao público – turistas e moradores da cidade – que aproveitam o local de diversas maneiras. Para correr, caminhar, observar as aves, conversar nos bancos. O parque tem 9 hectares e está encravado no coração da cidade.
No centro do parque há duas fontes e canteiros de flores. O lago tem 3 acres e apresenta uma cascata artificial. Há mais de 3,5km de percursos no interior do parque, que são asfaltados e acessíveis a todos os usuários. O parque é bastante arborizado e conta com mais de 750 árvores. Muitas pessoas também vão ao parque para alimentar as gaivotas que ficam no lago.

st. stephen's green park

O lago do parque é cheio de gaivotas! (Foto: Tissiana Souza).

st. stephen's green park

Fonte no parque (Foto: Tissiana Souza).

O St. Stephen’s Green Park conta ainda com o jardim para deficientes visuais e um playground para as crianças se divertirem!
O parque também é um ótimo local de descanso, com muitos bancos.
Lembrando que no interior do parque não é aconselhável deixar bolsas e mochilas de lado para tirar fotos. Na ocasião em que estivemos no parque, duas turistas deixaram suas mochilas em um canto para tirar fotos na ponte sobre o lago. Uma moradora da cidade aconselhou a não fazer isto, pois há pessoas que cometem pequenos furtos dentro do parque.
Não presenciamos nenhuma situação de furto pela cidade, mas é sempre bom ficar atento com os pertences!

Endereço

St Stephen's Green Square, Dublin 2, Dublin

Preço para o ano de 2016

Gratuito

Horário

Todos os dias.
De segunda-feira a sábado, das 07:30 até o crepúsculo.
Domingo e feriados bancários, das 09:30 até o crepúsculo.
25 de dezembro, das 10:00 às 13:00 horas.

Para mais informações

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: