Subindo a pé o Pico do Jaraguá pela Trilha do Pai Zé

Sempre que saímos da cidade de São Paulo pela Rodovia Anhanguera ou pela Rodovia dos Bandeirantes passamos ao lado do Pico do Jaraguá.

Ele é imponente e bonito com aquelas árvores sempre verdes! Agora, imagine poder caminhar pelas suas encostas e chegar até o topo, lá nas antenas!

Sim, isso é possível pela Trilha do Pai Zé! E hoje contamos para vocês como é essa aventura!

1. COMO CHEGAR:

Chegar até o nosso destino não foi tão simples. Usamos o metrô para ir até a estação da Luz (Linha 1 – Azul; Linha 4 – Amarela). Na Luz, pegamos a Linha 7 Rubi da CPTM (sentido Francisco Morato) e descemos na estação Vila Clarice. Você também pode pegar essa linha da CPTM na Estação Barra Funda, na integração com a Linha 3 (Vermelha) do metrô.

Saindo da Estação Vila Clarice, passamos pela Praça Comendador Souza Cruz (ponto de referência: Caserna Paintball) e seguimos à esquerda pela Av. Guilherme Mankel. Viramos à esquerda na Av. Inácia de Tolêdo e passamos embaixo da Rodovia dos Bandeirantes. Viramos à direita na Rua Ana Amaral, que passa a se chamar Rua Comendador José de Matos (margeando a aldeia indígena) e que depois passa a ter como nome Rua Antônio Cardoso Nogueira. Siga até chegar à entrada do Parque Estadual do Jaraguá, que fica ao lado esquerdo da rua.

Há também opção de pegar um ônibus em frente à estação Vila Clarice. Em geral, ele demora uns 40 minutos para passar, por isso, seguimos a pé.

Linhas de ônibus que passam pelo Pico do Jaraguá (informações retiradas do site da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo):

8040 – Lapa – Sol Nascente

8047 – Lapa – Jaraguá

8047/41 – Metrô Vila Madalena – Jaraguá

8696 – Praça Ramos – Jaraguá 

2. PARQUE ESTADUAL DO JARAGUÁ:

O Pico do Jaraguá está inserido em uma Unidade de Conservação do Estado de São Paulo criada em 1.961: o Parque Estadual do Jaraguá, onde está um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica na Região Metropolitana de São Paulo.

pico do jaraguá

Entrada do Parque Estadual do Jaraguá (Foto: Tissiana Souza).

O Parque tem uma área de 492 hectares, onde há vegetação de Mata Atlântica e de Cerrado (Savana-arborizada) (Fonte: Secretaria Estadual de Meio Ambiente de São Paulo).

O Parque Estadual do Jaraguá é tombado desde o ano de 1.994 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, na qualidade de Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

A palavra “Jaraguá” tem origem tupi, e significa “Senhor dos Vales”.

O parque é aberto gratuitamente à população e possui estrutura para o recebimento de visitantes, com área para piquenique, sanitários, áreas cobertas com balcões e cadeiras, um anfiteatro a céu aberto, posto de informação, ruas com paralelepípedos (onde os carros ficam estacionados).

Dentro do Parque está o Casarão Afonso Sardinha, uma construção feita pelo bandeirante de mesmo nome, datada do ano de 1.580. A casa foi construída na época do “ciclo do ouro” de São Paulo e é toda estruturada em material de taipa de pilão.

pico do jaraguá

Casarão Afonso Sardinha (Foto: Tissiana Souza).

O lago também é um ponto que atrai muitos visitantes! É muito bonito, com muitas árvores no entorno, patos e peixes! Tem uma vista tranquilizante!

Há 4 trilhas no interior do parque:

-Trilha do Silêncio: com 828 m de extensão (ida e volta) e com nível de dificuldade fácil. Qualquer pessoa pode fazer essa trilha: adultos, crianças, idosos, pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

-Trilha do Lago: 1000 m, no entorno do Lago. Indicada para crianças de 8 a 11 anos e adultos.

-Trilha da Bica: trilha de dificuldade média, com 1500 m de comprimento (ida e volta). Indica-se que crianças abaixo de 8 anos não façam essa trilha.

-Trilha do Pai Zé: essa foi a trilha que fizemos e detalharemos na postagem.

3. DICAS PARA TER UM ÓTIMO PASSEIO:

Fazer uma trilha exige um planejamento prévio.

Os itens que nós listamos a seguir são indicados para que o passeio seja produtivo e com o mínimo de “perrengues” possíveis:

-Use roupas confortáveis: evite roupas que não dão mobilidade ou que são muito quentes, como o jeans, por exemplo. Também opte por calças compridas. Muitas pessoas estavam de bermuda, shorts, etc., mas ao usar uma calça você evita que algumas folhas raspem/arranhem/cortem suas pernas, picadas de insetos e protege as pernas caso você entre em contato com algum outro animal (cobras, por exemplo).

-Use tênis ou bota: evite chinelos, rasteirinhas, sandálias, sapatos sociais. Vi muitas pessoas descalças durante a trilha, mas isso também não é uma boa pedida! Tênis e botas têm maior atrito com o solo, protegem os pés contra animais e possíveis objetos cortantes que possam estar na trilha, torções e outros machucados nos pés.

-Use protetor solar e repelente;

-Blusas de tecidos leves;

-Óculos de sol, boné ou chapéu;

-Leve pelo menos 1 litro de água por pessoa: tínhamos 1,5 litro para cada um e tomamos tudo!

-Leve uma quantidade de alimentos que sejam capazes de te dar energia: lanchinho, barra de cereal, amendoim, bolacha, etc;

-Leve uma sacolinha ou um saco para colocar o lixo produzido. Nunca jogue o lixo em local inadequado!

-Leve alguns medicamentos que você esteja habituado a tomar para um eventual problema (analgésico, remédio para o estômago, relaxante muscular, band-aid, etc). 

4. A TRILHA DO PAI ZÉ:

Após entrar no Parque, você deve seguir as placas de orientação para chegar ao início da Trilha do Pai Zé.

Esta é a única trilha do parque que dá acesso ao Pico do Jaraguá. O grau de dificuldade é considerado alto (difícil), com um percurso que inclui diversos tipos de pisos e escadarias. Além disso, é preciso enfrentar a subida bastante acentuada. Portanto, é necessário ter preparo físico para encarar o desafio! Pessoas sedentárias terão uma dificuldade maior nesta caminhada!

pico do jaraguá

Trilha do Pai Zé: escadarias improvisadas para a subida (Foto: Tissiana Souza).

pico do jaraguá

Subida para o Pico do Jaraguá pela Trilha do Pai Zé (Foto: Tissiana Souza).

A Trilha tem 3.600 m de extensão (ida e volta) e suas extremidades são marcadas pela placa com as informações sobre a trilha. O percurso de ida e volta dura em média 2 horas e 30 minutos.

Muitas crianças pequenas estavam subindo a trilha. Porém, como trajeto é considerado de nível difícil, o site da Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo aconselha que somente sejam levadas crianças a partir dos 8 anos.

Não é preciso contratar um guia, já que é uma trilha autoguiada. É só seguir pelo caminho aberto na mata. Lembre-se de não sair da trilha! Ande somente no espaço que é permitido e admire a paisagem dali mesmo! A mata é atraente, mas ao mesmo tempo perigosa para quem a desconhece!

Por que a Trilha chama “Pai Zé”? Segundo o site “Trilhas de SP”, a trilha era um antigo caminho usado por pessoas que frequentavam um centro espírita no qual um médium incorporava um espírito chamado “Pai Zé”.

ós começamos a trilha por um caminho de paralelepípedo com uma subida bastante acentuada. Ao lado esquerdo está a Mata Atlântica e do lado direito há um muro.
Depois de uns 200 m mais ou menos, acaba o paralelepípedo e começa o chão de terra batida em meio às lindas árvores! Em alguns pontos, foram colocadas algumas madeiras para formar uma escadaria. Em outros lugares, são as próprias raízes das árvores que formam escadas naturais.

Apesar da inclinação, a subida é agradável pelas sombras proporcionadas pelas árvores bastante altas e de grandes copas. Quanto mais você avança pela mata, mais vai descobrindo os sons do vento, dos pássaros, dos animais. Há muitas palmeiras! Algumas árvores também apresentam identificação.

A maior parte da trilha está no interior da Mata Atlântica. Já no alto do morro do Jaraguá, haverá uma transição de tipos de vegetação: saímos da exuberante floresta atlântica e entramos numa área mais aberta, com árvores mais baixas e presença de plantas mais rasteiras: é a vegetação do Cerrado!

O Sol nesta parte da trilha é mais castigante! Mas, apesar disso, há uma recompensa: uma linda vista da paisagem de morros da Região Metropolitana de São Paulo.

pico do jaraguá

Subida feita em área aberta, na parte final da trilha (Foto: Tissiana Souza).

pico do jaraguá

Vista dos arredores do Pico do Jaraguá (Foto: Tissiana Souza).

Chegamos à parte final da trilha, certamente a mais difícil: escadas! Vi que muitas pessoas ficavam fatigadas nesta parte final, inclusive eu, a louca, que fui fazer trilha mesmo sentindo cólica de rim! Muitas paravam para recuperar o fôlego (inclusive eu!). Os degraus têm tamanhos variados e alguns eram muito grandes para as minhas pernas, exigindo um esforço maior para subir.

pico do jaraguá

Parte final da Trilha, com escadarias (Foto: Tissiana Souza).

A trilha acaba na Estrada Turística do Jaraguá. Há um mirante de madeira que é muito disputado pelos visitantes, de onde é possível ver a parte da região metropolitana voltada para a Rodovia Anhanguera.

A trilha acaba, mas o percurso pelo Pico do Jaraguá, não! Andamos na Estrada Turística do Jaraguá por alguns metros e chegamos na área comum para os visitantes. Neste espaço há bancos, parquinho para as crianças, um balcão enorme com cadeiras e sanitários. Há alguns vendedores ambulantes no local. Sentamos para lanchar e descansar, para depois seguimos para o mirante, que fica voltado para a Rodovia dos Bandeirantes.

Mas, não estávamos satisfeitos com aquele mirante! Queríamos ir ainda mais alto! Subimos a imensa escadaria de quase 250 degraus em direção à Torre de TV, que fica a 1.135 m de altitude, exatamente no Pico do Jaraguá, o ponto de maior altitude da cidade de São Paulo!

É deste mirante, o mais alto de São Paulo, que temos uma vista panorâmica espetacular da Região Metropolitana. Conseguimos ver as duas rodovias (Anhanguera e Bandeirantes), o Rodoanel, e toda a imensidão urbana se perder pelo horizonte, além da Serra da Cantareira e da Serra do Mar, que ficam no entorno da capital! É uma incrível maneira de ver a cidade de um novo ângulo! Segundo o Site Oficial de Turismo da Cidade de São Paulo, do mirante é possível ter uma vista que alcança até 55 km!

pico do jaraguá

Vista da Rodovia Anhanguera (Foto: Tissiana Souza).

pico do jaraguá

Torre de Tv (Foto: Tissiana Souza).

pico do jaraguá

São Paulo vista do ponto mais alto do Pico do jaraguá. A Rodovia dos Bandeirantes fica ao lado esquerdo da foto (Foto: Tissiana Souza).

pico do jaraguá

Vista das escadarias para a Torre de TV (Foto: Tissiana Souza).

Depois de admirarmos a vista e tirarmos fotos, chegou a hora de pegar a trilha novamente, dessa vez, na descida! Foi muito mais rápido e fácil para descer! No meio do caminho encontramos um bando de macacos-prego, que estavam próximos à trilha e já na parte final de paralelepípedos, vi um tucano de bico verde

Ao chegar lá embaixo, sentamos um pouquinho para descansar, observamos o lago e depois pegamos o rumo da estação de trem.

Foi um dia muito legal, apesar das minhas cólicas renais! É um passeio que eu recomendo! Não parece que estamos em São Paulo! Visitar o Parque do Jaraguá é como estar em um outro lugar bem longe do caos da capital!

Não quer subir a Trilha do Pai Zé?! Então vá até o topo de São Paulo de carro, pela Estrada Turística do Jaraguá. O acesso fica na saída do Km 18 da Rodovia Anhanguera, no acesso Av. Jornalista Paulo Zing/Estrada Turística do Jaraguá. Não tem desculpa! Bora curtir a vista!

Por último, agradecemos ao meu irmão Bruno, Theiji, Gisele, Verônica e ao Pinheiro (que conhecia o caminho da estação de trem até o Parque) pela companhia na trilha! Com vocês foi ainda mais legal!

E tem mais! Assista nosso vídeo no YouTube e veja um pouquinho mais do nosso passeio!
https://youtu.be/jF9cYV3ni0Q 

Endereço

Rua Antônio Cardoso Nogueira, 539, Vila Chica Luiza, São Paulo - SP, CEP: 05184-000.
Tel.: (11) 3943-5222 / (11) 3941-2162

Preço para o ano de 2016

Gratuito

Horário

Todos os dias, das 7:00 às 17:00 horas. No horário de verão o funcionamento se estende até às 18:00 horas.
Para praticantes de cicloturismo e caminhadas, é permitida a entrada às 6h00, mediante cadastro na sede administrativa da unidade.
Trilha do Pai Zé - das 09:00 às 16:00 horas. No horário de verão, até 17:00 horas. 

Para mais informações

Parque Estadual do Jaraguá:
http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-estadual-do-jaragua/

Cidade de São Paulo - Site oficial de Turismo da Cidade de São Paulo:
http://www.cidadedesaopaulo.com/sp

Mapa de Transporte Metropolitano de São Paulo:
http://www.metro.sp.gov.br/pdf/mapa-da-rede-metro.pdf

Projeto Trilhas de São Paulo:
http://trilhasdesaopaulo.sp.gov.br/

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: