Phoenix Park

O Phoenix Park é uma área verde da cidade de Dublin. É considerado pelo site European Best Destinations como um dos melhores parques urbanos da Europa! Além disto, o Phoenix Park é também o maior parque urbano da Europa, com 707 hectares.
O Phoenix Park foi criado em 1662 por James Butler, duque de Ormond e um dos vice-reis mais ilustres da Irlanda. O espaço foi concebido como um parque real para a caça de cervos.

Phoenix Park

O Phoenix Park, um lugar de campos abertos, árvores e espaços de esporte (Foto: Tissiana Souza)

1. COMO CHEGAR:

-DART (Trem)/LUAS: A estação mais próxima ao Phoenix Park é a Heuston (Linha Vermelha do LUAS). Saia em direção ao Rio Liffey, atravesse a ponte Sean Heuston Bridge, vire à esquerda na Parkgate St/R109 e depois faça uma curva suave à direita na Chesterfield Ave. Você estará dentro do Parque. São cerca de 550m de caminhada até chegar na entrada do Parque.
Há diversos pontos de ônibus no entorno do Phoenix Park. Para saber qual linha você deve pegar até o parque e o número do ônibus, o melhor é consultar o site ou o aplicativo do Dublin Bus: https://www.dublinbus.ie/

2. O PHOENIX PARK:

Os cervos (deers) certamente são a maior atração do local! Os visitantes do Phoenix Park andam à procura dos animais, que hoje não são mais caçados e pastam livremente! Inclusive, eles literalmente param o trânsito no interior do parque! Famílias levam as crianças para conhecerem os animais e muitos levam cenouras para alimentar os deers. É aconselhável não ficar próximo aos cervos, mas essa regra não é obedecida, já que as pessoas andam no meio dos animais.

Phoenix Park

Os cervos do Phoenix Park: são muito fofos!!!! (Foto: Tissiana Souza).

Phoenix Park

Ops...Parece que nós também não respeitamos as regras... (Foto: Tissiana Souza)

Pegamos uma carona com a nossa amiga que mora na Irlanda e trabalha no St Mary’s Hospital, que fica dentro do Phoenix Park. Para nossa sorte, os deers estavam ao lado do hospital e tiramos muitas fotos! Com certeza, há mais uma deles pastando pelos amplos gramados! Após observar os cervos, o que era uma novidade para nós, pois nunca tínhamos visto esses animais “ao vivo”, seguimos caminhado em direção ao Wellington Monument (Monumento a Wellington, o obelisco), que fica a cerca de 3 km do St. Mary’s Hospital. Fomos pela Acres Rd, onde ao lado direito há diversos campos de futebol e o lado esquerdo estará um campo aberto com a Papal Cross (Cruz Papal).

Phoenix Park

A Cruz Papal fica próximo ao St Mary's Hospital (Foto: Tissiana Souza).

Chegamos em um dos trechos do parque com árvores, onde também aproveitamos para tirar fotos. Seguimos pela pista de caminhada que fica entre as árvores até chegar ao Phoenix Cricket Club, onde estão os campos para a prática de críquete. Atravessamos o gramado para chegar até a Chesterfield Ave. O obelisco fica após o cruzamento da Chesterfield Ave com a Wellington Road.

Phoenix Park

O Wellington Monument, obelisco do Phoenix Park (Foto: Tissiana Souza).

O Wellington Monument data de 1861 e é considerado o obelisco mais alto da Europa, com pouco mais de 62m de altura. O monumento é visto de diversos pontos mais altos da cidade e é inegável o seu destaque em meio ao verde do parque! Em cada lado do obelisco há uma placa de bronze com representações da batalha de Waterloo.

Phoenix Park

O obelisco é visto de várias partes da cidade! (Foto: Tissiana Souza).

Saindo do Obelisco, paramos na Phoenix Park Tea Room, que fica na Chesterfield Ave para almoçar. O local tem um estilo retrô e um espaço físico pequeno. As mesas são bastante disputadas pelos visitantes! Felizmente, conseguimos sentar no interior do pequeno estabelecimento.
Ao lado da Tea Room está o Dublin Zoo, considerado o quarto zoológico mais antigo do mundo! Nós não visitamos o Zoo, mas nossos amigos que moram em Dublin já visitaram, e contaram como foi a visita deles pelo zoológico.
Depois do nosso almoço, continuamos a andar pela Chesterfield Ave, passamos pelo All Ireland Polo Club e depois seguimos pelo gramado até chegarmos em frente à construção branca do Áras an Uachtaráin, a residência oficial do Presidente da República. O local é monitorado por câmeras e há um fosso entre o parque e as dependências da residência. O presidente da Irlanda mora bem! Deve ser bom ter todos os dias uma bela visão do parque!

Phoenix Park

Residência Oficial do Presidente da República da Irlanda (Foto: Tissiana Souza).

Continuamos pela Chesterfield Ave até chegar à rotatória, onde está o Phoenix Park Monument. Este monumento é de 1747 e no seu topo há uma ave, a Fênix, ressurgindo das cinzas!
Chegamos novamente na Acres Rd, passamos em frente ao portão da Residência do Embaixador dos Estados Unidos e seguimos rumo à Papal Cross pelas árvores ao lado do muro que cerca os jardins da residência do embaixador.

Phoenix Park

A Cruz Papal do Phoenix Park (Foto: Tissiana Souza).

A cruz fica no alto de uma colina artificial. Subimos as escadarias e chegamos ao pé dela! A vista do local é ótima! Conseguimos avistar as montanhas no horizonte, que ainda estavam com alguma cobertura de neve. Ficamos por muito tempo sentados por lá, vendo a movimentação de carros, famílias descendo e subindo o gramado da colina onde está a cruz, pessoas brincando com seus animais de estimação.

Phoenix Park

Vista do alto da colina da Cruz Papal (Foto: Tissiana Souza).

A Cruz Papal é um monumento bastante simples. A sua cor branca se destaca pelo céu azul. Ela foi construída especialmente para a visita feita pelo Papa João Paulo II, em 29 de Setembro de 1979. No gramado, em frente à cruz, o Papa proferiu um sermão para mais de 1 milhão de pessoas. No dia 08 de abril de 2005, 6 dias após a morte do papa, a Cruz Papal transformou-se em um local de homenagens ao Pontífice. O alto da colina é um bom lugar para assistir o pôr-do-Sol.

Phoenix Park

Entardecer no Phoenix Park, com o obelisco ao fundo (Foto: Tissiana Souza).

O Phoenix Park é um parque urbano diferente de outros parques que conhecemos, pois ele tem muitas áreas com gramados. As partes mais arborizadas para caminhada ficam Chesterfield Ave, onde há calçadas para os pedestres e ciclovias. Nas partes mais abertas é mais frio, pois o vento circula livremente!

Phoenix Park

Campos abertos do Phoenix Park! Bom para os deers que tem muita grama para comer! (Foto: Tissiana Souza).

Neste dia não conhecemos o parque todo, afinal, são muitos hectares de área verde. A nossa caminhada entre o St. Mary’s Hospital e o Obelisco e a volta para o St. Mary’s Hospital deu cerca de 6 km.
Há um serviço de aluguel de bicicletas no Phoenix Park. Para quem quiser conhece-lo por inteiro, esta parece ser uma boa opção. Quando voltarmos para Dublin, precisamos andar de novo pelo parque, e conhecer as outras partes por onde não andamos!

Veja mais informações do Parque nos link abaixo:

Fotografia aérea: http://www.phoenixpark.ie/media/Aerial%20Map.pdf

Rotas a pé pelo Phoenix Park:
http://www.phoenixpark.ie/media/Discover%20walking%20in%20the%20Phoenix%20Park%20jpg%20final.pdf

Rotas com bicicleta: http://www.phoenixpark.ie/media/Cycling%20Routes.pdf

Endereço

Phoenix Park, Dublin 8, Dublin

Preço para o ano de 2016

Gratuito

Horário

Todos os dias, aberto 24 horas.

Para mais informações

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: