La Bombonera: o templo do futebol argentino

Argentina X Brasil é sempre uma rivalidade! Não importa a modalidade esportiva!
No futebol, esta disputa é ainda maior! Quem foi melhor: Pelé ou Maradona?
O certo é que o futebol é uma paixão para os dois países. E quem vai a Buenos Aires não resiste: sempre dá uma paradinha no estádio La Bombonera, pertencente ao Club Atlético Boca Juniors.

 

Club Atlético Boca Juniors - fachada principal do estádio La Bombonera (Foto: Tissiana Souza).

 

Comparação ousada - Coliseu e La Bombonera!!! (Foto: Tissiana Souza)

 

1.COMO CHEGAR: 

-Metrô (Subte): Linha C (Azul escura) – Estação Constitución. É a estação mais próxima do estádio, a uma distância de 2,5 km, aproximadamente 30 minutos de caminhada.
-Do Caminito: duas quadras.
Aconselhamos perguntar no hotel ou em um ponto de Informações Turísticas a melhor forma de chegar ao estádio. Nós fomos a pé, pois fizemos um roteiro começando pela Casa Rosada, passando pela Feira de San Telmo, depois para o Estádio, e por último o Caminito.
Buenos Aires não é uma cidade totalmente segura, portanto, é melhor estar atento pelos locais e pesquisar as melhores rotas.

2. O CLUB ATLÉTICO BOCA JUNIORS: 

-Fundação: 03 de abril 1905 pelo grupo de amigos Esteban Baglietto, Alfredo Scarpatti, Santiago Sana y os irmãos Teodoro y Juan Antonio Farenga.
-Nome: “Boca” é o bairro, enquanto “Juniors” é o toque inglês ao nome do time.
-Cores: azul e amarelo, inspiradas na bandeira da Suécia de um barco atracado no bairro de La Boca. Ficou decidido que as cores do time seriam escolhidas pela bandeira do próximo navio estrangeiro que chegasse ao porto.
-Boca X River: o primeiro jogo ocorreu no dia 13 de abril de 1913. Os dois times eram do mesmo bairro, o que despertou uma rivalidade que se converteu no “clássico dos clássicos” da Argentina.
-Dupla coroa: o Boca Juniors foi o primeiro time a ser bicampeão na era do futebol profissional na Argentina, em 1934 e 1935.
-Títulos: 18 títulos internacionais, sendo 6 Copa Libertadores da América (1977, 1978, 2000, 2001, 2003, 2007) e 3 mundiais (1977, 2000, 2003).

 

Museo de La Pasion Boquense - Troféu de Campeão da Copa Libertadores da América de 2007 (Foto: Tissiana Souza).


-Torcida: são 17 milhões de torcedores, considerada a 5ª maior torcida do mundo e a maior torcida da Argentina.  

3. LA BOMBONERA: 

A visita ao estádio faz parte do tour pelo Museo de La Pasion Boquense.
Fazer a visita é divertido, pois o guia conta todas as histórias e "causos" do clube com toque de humor, piadinhas e algumas provocações ao seu maior adversário River Plate.
Quanto à língua, não se preocupe: muitos brasileiros participam da visita e a fala do guia é compreensível. 
O nome original do estádio é Alberto J. Armando, porém, é o nome popular “La Bombonera” que faz sucesso. Surgiu pela comparação da estrutura a uma caixa de bombom pelo seu formato retangular devido à falta de espaço físico.
O estádio foi inaugurado em 29 de maio de 1940. Aparentemente apertado e pequeno, tem capacidade para aproximadamente 49.000 espectadores. 
Nesta visita guiada, conhecemos diversos setores do estádio. As arquibancadas estão distribuídas por 3 anéis, sendo que o anel mais alto é bastante inclinado, dando a sensação de que em dias de jogos lotados é possível despencar das arquibancadas a qualquer momento!

 

Tour pelo estádio - os três anéis de arquibancadas. "Geral" na parte inferior (Foto: Tissiana Souza).

 

Anéis superiores - mais inclinados (Foto: Tissiana Souza).


A proximidade entre as arquibancadas e o gramado faz com que a pressão sobre os jogadores adversários seja intensa!
O torcedor mais ilustre, popular e polêmico do Boca é Diego Maradona, "La mano de Dios"! O ex-jogador tem um camarote VIP no estádio, na parte central do gramado.

 

Setor de camarotes. O do Maradona fica na parte central (Foto: Tissiana Souza).


Passamos pelos vestiários do time visitante, localizado embaixo da arquibancada da geral, onde a principal torcida organizada do Boca, a "La Doce", fica em dias de jogos. Segundo o guia, a torcida pulando sobre as cabeças dos jogadores dos times adversários serve para fazer uma pressão psicológica, para que eles sintam o poder do time e da torcida!

No Museo de La Pasion Boquense, conheça mais sobre a história do clube: seus principais títulos, imagens de jogos, fotos dos principais ídolos, estátuas, a evolução dos uniformes.

 

Exposição de uniformes do Boca Juniors (Foto: Tissiana Souza).

 

 

Museo de La Pasion Boquense (Foto: Tissiana Souza).

 

 

Estátuas de Riquelme e Palermo - ídolos do clube (Foto: Tissiana Souza).


Há ainda uma loja oficial, onde você pode adquirir itens relacionados com o time.
O entorno do estádio é cheio de lojinhas, restaurantes e bonecos nas sacadas que remetem ao Boca Juniors. Tudo pintado nas cores azul e amarela, mostrando que La Boca, é com certeza absoluta, a casa do Club Atlético Boca Juniors.

 

Bairro La Boca - adoração pelo clube (Foto: Tissiana Souza).

 

4. DICA: 

Em dias de jogos, o tour pelo estádio pode ter seus horários alterados. Verifique a agenda de jogos do Boca e evite ir ao estádio e ao bairro neste dia.

Endereço

Calle Brandsen, 805, Bairro La Boca,
Código Postal: 1161AAQ, Ciudad Autónoma de Buenos Aires

Preços para o ano de 2017

Estádio Tour + Museu

Geral: $130
Estudantes, menores, aposentados: $90

Horário

Todos os dias, das 10:00 às 18:00 horas.
Tours de 1 em 1 hora.

Para mais informações

Mapa do Metrô (Subte) de Buenos Aires:
http://www.buenosaires.gob.ar/subte/mapa

Sobre o clube Boca Juniors:
http://www.bocajuniors.com.ar/

Museo de La Pasion Boquense:
http://www.museoboquense.com/index.php

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: