Nossa 1ª Eurotrip: organizando uma grande viagem pela Europa! (Parte 2)

Neste texto continuamos a conversa sobre a nossa 1ª Eurotrip, realizada em novembro de 2013. Na parte 1 (clique aqui para ler), falamos sobre as cidades que visitamos, sobre viajar durante o outono pela Europa e as temperaturas e como nos deslocamos pelas cidades visitadas.

muro de berlim

Nós no muro de Berlim, com o clássico painel "O Beijo Mortal".

Hoje trazemos mais algumas informações para vocês! Então, bora conferir mais alguns detalhes dessa grande viagem!

1. MOEDA:

Em 19 dos 28 países da União Europeia, a moeda utilizada é o EURO.

Alemanha, Espanha, Itália, Holanda e Portugal optaram pelo EURO. Isso é uma grande vantagem em uma viagem por vários países. Imaginem se tivéssemos que trocar nossos reais por cada moeda vigente?! O Vaticano também usa o EURO.

euro

Euritos, tão preciosos euritos! (Foto: Pixabay).

Apesar da República Tcheca pertencer à União Europeia, a moeda utilizada no país é a COROA TCHECA, mas em alguns lugares também aceitarem Euro como pagamento.

coroa tcheca

Coroas tchecas (Foto: Pixabay).

Ao chegar na República Tcheca, um fato chato salvou nossa vida financeira! A Czech Airlines rasgou minha mala novinha, comprada poucos meses antes da viagem. Como a empresa não tem um amplo atendimento, eles resolveram pagar o valor da minha mala em Coroas Tchecas. Com esse dinheiro, pagamos o táxi (que só recebia em coroas) que nos levou até o hostel, na Cidade Velha. Depois, já em Praga, trocamos 100,00 Euros por Coroas Tchecas numa casa de câmbio na Avenida Václavské nám.

Nós compramos os euros no Brasil e já fomos com a grana da viagem contada, além do cartão de crédito para alguma emergência. Lembre-se que o limite máximo que você pode levar em espécie sem a necessidade de declaração são R$10.000,00 ou o equivalente em moeda estrangeira. Quando este valor é ultrapassado, é necessário fazer uma declaração na Receita Federal que não implica na cobrança de imposto. É somente um controle da origem do dinheiro. Mais informações aqui: http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais/guia-do-viajante/saida-do-brasil/dinheiro-em-especie-na-saida-do-brasil

Para saber quais são os países que usam o EURO como moeda, consulte este link: https://europa.eu/european-union/about-eu/money/euro_pt

2.VISTO:

Não é necessário obter visto para uma viagem de curta duração (viagem de até 3 meses) para os países que visitamos.

Os países da nossa Eurotrip (Portugal, Espanha, Itália, República Tcheca, Alemanha e Holanda) fazem parte do Espaço Schengen.

O Espaço Schengen, segundo o site da União Europeia, é formado por 26 países que removeram o controle de fronteiras internas. É como se fosse uma viagem doméstica. Você passará pelo controle de fronteira somente na entrada e na saída do Espaço Schengen.

Espaço Schengen

Países membros e não-membros do Espaço Schengen (Fonte: Comissão Europeia).

No entanto, se você for a algum país europeu fora do Espaço Schengen, como a Croácia, por exemplo, você está sujeito a todas as regras de fronteiras.

Verifique no link os países que fazem ou não parte do Espaço Schengen: http://ec.europa.eu/immigration/preciso-de-visto/preciso-de-visto-de-curta-duracao_pt#TheSchengenarea

Lembre-se sempre de ter junto de você as comprovações de sua viagem. Imprima os comprovantes de passagens de deslocamento pelos países e das suas reservas em hotéis/hostel/etc., principalmente a comprovação de volta para o Brasil. Se você vai a um Congresso, por exemplo, também mostre a Carta de Aceite de apresentação de trabalho e da inscrição no Congresso. Em geral, também imprimo um comprovante de antecedentes criminais, mesmo estando em Português.

Mesmo que não peçam, é interessante guardar com você todos estes comprovantes ao longo da viagem.

3. DESLOCAMENTO ENTRE OS PAÍSES:

Na nossa Eurotrip, fizemos deslocamentos de avião e trem entre os países visitados:

-Porto→Madri: Avião (TAP Air Portugal - https://www.flytap.com/pt-br/ );

-Madri→Barcelona: Avião (Iberia - http://www.iberia.com/br/ );

-Barcelona→Roma: Avião (Vueling - http://www.vueling.com/pt );

-Roma→Praga: Avião (Czech Airlines - https://www.csa.cz/countryselect/ );

-Praga→Berlim: Trem (Rail Europe - http://www.raileurope.com.br/ );

-Berlim→Amsterdã: Trem (DB Bahn - https://www.bahn.com/es/view/ofertas/index.shtml );

-Amsterdã→Lisboa: Avião (TAP Air Portugal).

Todas as passagens foram compradas previamente à viagem. Todos estes deslocamentos foram programados com antecedência.

Para consultar o preço das passagens, usamos buscadores, como, o decolar.com ou o skyscanner.

Vou dar um exemplo aqui de uma coisa que aconteceu: o trajeto Barcelona→Roma mostrava que era um voo Iberia, porém operado pela Vueling (que é uma empresa low coast). Então fizemos o seguinte: compramos a passagem direto no site da Vueling.

Lembre-se que nestes voos low coast você paga pelo despacho da bagagem e também paga para escolher um assento. A bagagem despachada pode ter até 23 kg. A ultrapassagem do peso está sujeita ao pagamento de taxas extras.

As viagens de trem estavam pelo mesmo preço das passagens de avião, mas como sou medrosa e não queria ficar voando, fizemos 2 trajetos de trem. Hoje, mesmo com o medo de voar, optaria por fazer todas as viagens de avião pelo tempo de deslocamento.

4. DESLOCAMENTOS ATÉ OS AEROPORTOS DAS CIDADES:

-Porto:

Metrô Linha E (Aeroporto – Estádio do Dragão). O Aeroporto fica na Zona N10.

Preço saindo da Estação Trindade, no centro de Porto: 4, 40 Euros. Trajeto com 15 paradas e 27 minutos de duração.

-Madri:

Metrô + Trem.

Aeroporto Barajas fica na Linha 8 (Nuevos Ministerios – Aeropuerto), na Zona A.

O trajeto entre a Estação Nuevos Ministerios e o Aeroporto tem duração de cerca de 21 minutos e passa por 7 estações.

Preço das Tarifas:

-Metro Zona A e ML1+ Suplemento Aeroporto – de 4,50 a 5,00 euros (a depender da estação onde você pegar o metrô).

-Bilhete Combinado +Suplemento Aeroporto – 6,00 euros (para fazer o deslocamento entre diferentes zonas do metrô até o Aeroporto).

Suplemento Aeroporto – 3,00 euros (se você já tem um ticket de metrô válido na zona A, basta comprar o suplemento para o -Aeroporto).

O bilhetes para o Aeroporto somente são válidos para o dia da compra.

-Barcelona:

Nós fizemos o deslocamento de táxi Aeroporto→Barcelona, Barcelona→Aeroporto.

Existe também a opção de Metrô – Linha 9 Laranja, que passa pelos Terminais 1 e 2. Conforme o próprio site do Metrô de Barcelona, é necessário pagar uma tarifa especial de 4,50 euros para chegar ou sair das estações Aeroport T1 e Aeroport T2.

-Roma:

Nosso deslocamento para a cidade, saindo do Aeroporto Fiumicino, foi com o trem Leonardo Express, que faz o percurso até a Estação Termini em 32 minutos.

O ticket custa 14 euros e há horários das 05:35 até 22:35 saindo do Aeroporto. Da estação Termini, o serviço vai das 06:23 às 23:23 horas.

O Leonardo Express sai a cada 15 minutos e de 30 em 30 minutos em alguns períodos do dia.

Na volta para o Aeroporto Fiumicino, pegamos um ônibus da Estação Termini. Os ônibus ficam parados próximos à estação e existe mais de uma empresa fazendo o trajeto. A empresa mais conhecida é a Terravision e o bilhete custa 5,00 euros.

O trajeto de ônibus dura cerca de 40 minutos.

-Praga:

Como disse anteriormente, em Praga utilizamos táxi do Aeroporto Václav Havel até a cidade. Infelizmente, metrô ou trem ainda não chegaram ao aeroporto.

-Amsterdam:

Utilizamos trem para ir da estação Amsterdam Centraal para o Schiphol Airport. O bilhete custa entre 5,40 e 8,40 e a viagem dura entre 15 e 20 minutos. Há trens a cada 7 minutos.

Para mais detalhes: https://www.trainline.eu/train-times/schiphol-airport-to-amsterdam-centraal e https://www.amsterdam.info/airport/train/

5. ATENÇÃO A ALGUNS FATOS:

Quando saímos de casa temos o costume de relaxar com os nossos pertences, principalmente quando pensamos em países considerados de 1º mundo.

Mas, atenção às nossas recomendações. Conhecemos muitas pessoas que já passaram pelos perrengues de serem furtadas fora do Brasil e nós, inclusive já fomos furtados em Portugal, uma história para lá de complicada que contamos no post que você pode clicando aqui!

Vamos lá às recomendações:

-Mantenha sempre seus pertences junto com você (não deixe bolsas e mochilas de bobeira);

-Nos museus, atenção redobrada com seus pertences – é comum ocorrerem placas e avisos sonoros sobre batedores de carteiras;

-Não preencha formulários nas ruas, mesmo que seja alguém dizendo que é para fazer uma doação;

-Nos transportes públicos, deixe as bolsas e mochilas na frente do seu corpo. Homens, evitem carregar carteiras no bolso de trás das calças e bermudas;

-Não deixe seus pertences em carros – foi assim que fomos furtados.

***

Esperamos ter contribuído com a organização da sua Eurotrip! Agora é só curtir a Europa!

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: