Minhas impressões sobre o livro “Danuza Leão Fazendo as Malas”

Eu adoro ler e escrever! Bom, acho que isso é indispensável para quem tem um blog! Mas essa vontade de ler me faz sempre comprar um livro novo, e por causa disso tenho uma pilha de livros esperando para ser o próximo da lista!
O livro da vez é sobre o tema VIAGEM e como essa é pauta principal aqui no Rodas nos Pés, resolvi falar sobre as impressões que tive ao ler “Danuza Leão Fazendo as Malas”, escrito pela jornalista Danuza Leão, publicado pela Editora Companhia das Letras, 2ª Edição, 2008.

 

"Danuza Leão Fazendo as Malas" - Editora: Companhia das Letras, 2008 (Foto: Tissiana Souza).

“Fazendo as malas” é uma narrativa pessoal da autora e conta como ela decidiu fazer uma viagem para 4 cidades europeias em 4 países diferentes: Sevilha, na Espanha; Lisboa, em Portugal; Paris, capital da França; e Roma, a cidade eterna da Itália.

 

A capa do livro é bem bonita e tem tudo a ver com o tema! (Foto: Tissiana Souza).

 

Há também algumas ilustrações no livro (Foto: Tissiana Souza).

 

Danuza tem um estilo de viagem muito, muitíssimo diferente do nosso! Muito mesmo! Mas considero que é interessante conhecer um estilo de viajar que é totalmente distinto! Uma pessoa é diferente da outra, e como se diz “o que seria do amarelo se todos gostassem do verde?”. Ler uma narrativa pessoal é uma oportunidade para descobrir visões de mundo diferentes das nossas concepções próprias! Então vamos conhecer um pedacinho do mundo pelos olhos da Danuza!
O livro tem uma leitura muito fácil, mas você vai encontrar vários termos em espanhol, francês e italiano (e isso não prejudica a leitura). Como é um relato bastante particular, quase um diário de viagem, Danuza imprime nas frases seus sentimentos mais espontâneos de suas experiências diárias!
Não vou fazer spoiler e contar como a Danuza pensou nessa viagem!
Agora vamos ao que interessa: as cidades!!!

1. SEVILHA:

Gostei muito dessa parte do livro! E eu sei o porquê! Não conheço Sevilla, mas Danuza conseguiu despertar em mim a vontade de visitar a cidade durante a semana da Feria, uma das festas mais tradicionais de Sevilha. Eu dispensaria a tourada, que ela relata no livro, e escolheria a opção de assistir um show de Flamenco.

2. LISBOA:

Concordo quando ela diz que Lisboa é uma das cidades mais agradáveis que existem! (sou suspeita a falar pois foi a primeira cidade fora do Brasil que conheci!)
Sobre os pastéis de Belém, Danuza conseguiu traduzir muito bem o que sinto quando coloco na boca essa delícia dos deuses, ou melhor, dos monges:

“Encontram-se pastéis de nata em muitos cafés, mas nenhum terá o sabor do original, servido quentinho, polvilhado com canela e açúcar” (p.53).

 

Ir a Lisboa e não comer um legítimo Pastel de Belém é praticamente uma afronta!!! (Foto: Tissiana Souza).

 

Por favor, um tele transporte direto para a Confeitaria!!!
Ela também destaca a maneira de falar dos portugueses. Bom, como se sabe, há diferenças (muitas!) entre português europeu e português brasileiro, e é sempre interessante procurar saber algumas dessas diferenciações quando se está de viagem marcada para Portugal.

3. PARIS:

Danuza morou em Paris. Ela conhece muito, muito bem a cidade!
Ela relata com muitos detalhes a gastronomia - os restaurantes e cafés prediletos que ela adora frequentar -, os setores de compras onde estão as marcas mundiais mais desejadas (Saint Laurent, Louis Vuiton, etc). E ela gosta de comprar! Por isso, descreve bem as ruas mais procuradas para compras.
Ela ainda montou uma lista com os melhores lugares para comprar queijos, vinhos, chocolates, foie gras, entre outros.
Danuza conhece muitos lugares que não são turísticos, o que permite a ela vivenciar e aproveitar com muito mais prazer os todos sabores da gastronomia francesa que ela tanto gosta.
Em “Meu Quartier Amado”, ela citou muitos lugares que conheci em Paris, como os Jardins de Luxemburgo, Notre Dame, Saint Sulpice… e minha mente por alguns segundos, esteve em todos esses lugares!!!

 

Place des Vosgues, uma das mais bonitas e emblemáticas de Paris! (Foto: Tissiana Souza).

 

4. ROMA:

Acho que a autora estava extremamente bem-humorada quando escreveu sua passagem por Roma (óbvio que nas outras partes do livro ela está bem-humorada, mas nesse capítulo acho que ela estava bem-humorada²).
Ela não foca necessariamente nos lugares, mas faz muitas referências às praças romanas, que são realmente muito bonitas!
Danuza Leão conta muitas curiosidades sobre o jeito de ser dos romanos – principalmente dos homens!
E com certeza, ela descreve o trânsito da cidade como realmente é: caótico e imprevisível!!!
E fiquei ainda mais chateada por não ter conhecido Vila Borghese, o parque verde da cidade.

 

Escadarias da Piazza di Spagna! Encaramos esses degraus!!! (Foto: Matheus Sabino).

 

“Fazendo as malas” é uma leitura tranquila, fácil e rápida!
E se você já conhece uma dessas quatro cidades, algumas memórias virão!!! E se você não conhece, é bem provável que sinta uma vontade de pisar em alguma delas!

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: