A Casa de Chica da Silva

 

 

Em um belo sobrado do Século XVIII em Diamantina morou uma das mulheres negras mais famosas do Brasil: Chica da Silva (1.731 ou 1.732 – 1.796)!

casa de chica da silva

Casa de Chica da Silva (Foto: Tissiana Souza).

A ex-escrava viveu no solar entre 1.763 e 1.771. Ali, morou com o Contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira (1720-1779), com quem teve 13 filhos (Fonte: SENAC Minas Gerais). Hoje, a casa é o Escritório Técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em Diamantina.

Chica e Oliveira viveram juntos por 15 anos. Na época, não puderam oficializar a união, pois era proibido o casamento entre pessoas de origens diferentes (Fonte: Governo de Minas Gerais).

Segundo o IPHAN, a Casa de Chica da Silva é um exemplar expressivo do conjunto arquitetônico mineiro do Século XVIII. Os materiais utilizados para a construção foram madeira, com vedação em adobe e pau-a-pique. Um dos principais destaques do sobrado é a varanda lateral no 2º andar, com painéis de treliça (arquitetura mourisca).

casa de chica da silva

Os fundos da Casa de Chica da Silva (Foto: Tissiana Souza).

 

casa de chica da silva

Painel de treliça: você vê a rua, mas a rua não vê você! (Foto: Tissiana Souza).

casa de chica da silva

Vista da varanda da casa de Chica da Silva. Ao fundo, a torre da Igreja de Nossa Senhora do Carmo (Foto: Tissiana Souza)

A casa não possui móveis. No 2º andar, os visitantes encontrarão uma série de 7 quadros sobre Chica da Silva, nos quais ela representa os pecados capitais. Cada quadro é acompanhado por um poema.

casa de chica da silva

Chica da Silva representada em quadro no segundo andar do sobrado (Foto: Tissiana Souza).

Saindo para o quintal da casa, o visitante encontrará a fachada da antiga Capela dedicada à Santa Quitéria. Há árvores e bananeiras mais ao fundo. É um quintal bem grande!

casa de chica da silva

Entrada da antiga capela dedicada a Santa Quitéria (Foto: Tissiana Souza).

casa de chica da silva

Quintal nos fundos da casa de Chica da Silva (Foto: Tissiana Souza).

E, AFINAL, QUEM FOI CHICA DA SILVA?

Francisca da Silva nasceu no Arraial do Tejuco (atual Diamantina). Seu pai era um português chamado Antônio Caetano de Sá e sua mãe era uma escrava chamada Maria da Costa (Fonte: Portal do Governo Federal).

O amante de Chica da Silva era um dos contratadores de diamantes mais poderosos da região de Diamantina. Foi ele quem lhe deu alforria (Fonte: Portal do Governo Federal).

Há contradições com relação à sua aparência. Alguns autores dizem que ela era feia e de feições grosseiras, enquanto outros autores afirmam que ela era bonita, refinada, sensual e libertária.

Pesquisas sobre a vida de Chica da Silva apontam que ela não era uma libertária. Ela adotou os padrões sociais da elite branca do Arraial do Tejuco e, inclusive, possuía escravos (Fonte: Portal do Governo Federal).

Endereço

Praça Jouberte Guerra, nº 266, Centro, Diamantina - MG.
CEP: 39100-000

Quanto custa?

Gratuito

Horário

De terça-feira a sábado, das 12:00 às 17:00 horas. Domingos, das 08:30 às 12:00 horas. Fechado às segundas-feiras.

Para mais informações

Diamantina - Turismo:
http://diamantina.mg.gov.br/turismo/

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: