Cachoeira do Topo da Sétima Queda

A Cachoeira do Topo da Sétima Queda fica localizada no município de Águas da Prata - SP, próximo à divisa com Minas Gerais.

1. COMO CHEGAR:

Águas da Prata fica a 238 km da cidade de São Paulo.

Para chegar na cachoeira, a partir do centro de Águas da Prata, seguir no sentido a Poços de Caldas pela Rodovia SP-342. Antes do pedágio, na rotatória de retorno, seguimos as placas sentido Camping em uma estrada de terra paralela à rodovia e deixamos nossos carros em um acesso após o restaurante Paiol.

Quem consumir no restaurante tem a permissão de deixar o carro no estacionamento.

2. A CAMINHADA:

Existem duas principais alternativas de acesso para a cachoeira:

-A primeira é uma trilha que tem início na linha de trem e continua pela mata fechada. Ao longo do seu percurso existem outras seis quedas d’água menores.

-A segunda opção, que foi a escolhida, é seguir uma estrada de terra que chega diretamente à Sétima Queda. Esta é comumente utilizada por ciclistas e também é possível ir de carro (mas aí não tem graça 😉 ). No entanto, não recomendo se o carro não for 4x4 ou bem alto, pois alguns trechos estavam em péssimo estado.

Optamos pela estrada pois estávamos em um grupo de 20 pessoas e nem todas tinham experiência com trilhas.

Iniciamos a caminhada por volta das 9:30 e atravessamos a Rodovia. Infelizmente não há uma passarela, então realize a travessia com segurança! Atravessamos próximo ao pedágio, pois os carros estão em menor velocidade. Seguimos sentido à rotatória em que pegamos o acesso de carro para o Camping, mas desta vez seguimos em sentido à Fonte Platina. Em 150 m pegamos uma estrada de terra do lado esquerdo.

Após uma curta caminhada, cruzamos a linha do trem (que dá acesso à Trilha das Sete Cachoeiras), e seguimos pela estrada. Em uma bifurcação, após cerca de 2 km de estrada de terra, há uma placa indicando que devemos seguir para a esquerda. No caminho de ida, as subidas prevalecem e exigem um pouco dos menos preparados.

Em pouco menos de uma hora de caminhada, já estamos alto o suficiente para ter uma bela vista da serra. Não tenha pressa, aproveite a vista, tire algumas fotos, ouça os sons da natureza e curta o percurso! Pegamos uma bela manhã de sol e tivemos o prazer de ver alguns gaviões planando nas correntes de ar.

águas da prata

Estrada para a Sétima Queda (Foto: Matheus Sabino).

águas da prata

Estrada para a Sétima Queda (Foto: Matheus Sabino).

Ao chegar em uma plantação de eucaliptos começa uma ligeira descida, em pouco tempo é possível ouvir o rio correndo em meio à mata fechada.

águas da prata

Área de eucaliptos (Foto: Matheus Sabino).

Após pouco mais de 2 horas de caminhada em ritmo agradável e de percorrer 6km chegamos a uma área mais aberta, que é o fim da estrada. Pouco a frente há uma entrada na mata fechada e em pouco passos já é possível avistar a cachoeira.

águas da prata

Área de mata próximo à cachoeira (Foto: Matheus Sabino).

Um pequeno poço é formado na sua base, que permite um banho refrescante nas águas geladas da cachoeira! Há muitas pedras, então cuidado ao entrar!

Na parte central a profundidade passa dos 2 m.

Com a energia renovada fizemos o caminho de volta pelo mesmo percurso da ida. Com as descidas o ritmo foi mais forte e fizemos o percurso na metade do tempo, totalizando 12 km em 3 horas e 15 minutos.

águas da prata

Cachoeira do Topo da Sétima Queda (Foto: Matheus Sabino).

águas da prata

Cachoeira do Topo da Sétima Queda (Foto: Matheus Sabino).

3. DICAS GERAIS:

-Utilize roupas leves e apropriadas, como tênis e roupas que permitem a mobilidade corporal.

-É importante levar água suficiente para todo o percurso e alimentos leves. Evite tomar a água diretamente da cachoeira, pois apesar de ser um ambiente natural, a água pode estar contaminada.

-Sempre leve embora todo o seu lixo!

Agradecimento especial ao nosso amigo Marcelo Pereti que nos convidou para essa aventura!

Para mais informações

Prefeitura de Águas da Prata:
http://www.aguasdaprata.sp.gov.br/index.php

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: