A Praça dos Três Poderes de Brasília (Parte 2)

A Praça dos Três Poderes, em Brasília, possui tantas informações, que um texto é pouco para falar sobre tudo o que é possível ver no local! Por isto, decidimos dividir o texto em duas partes!
Neste texto continuamos a apresentar as atrações deste que é um dos pontos turísticos mais visitados de Brasília:

1. Espaço Lucio Costa:

Está situado no subterrâneo da Praça dos 3 Poderes. Quando estivemos em Brasília, o local estava fechado.
Segundo a Secretaria de Cultura do Distrito Federal, o espaço foi planejado por Oscar Niemeyer e inaugurado em 27 de fevereiro de 1992, nas celebrações de 90 anos de Lucio Costa, em homenagem ao criador do Plano Piloto de Brasília.
O grande destaque do local é a Maquete da capital, construída no ano de 1988.
Além disso, o Espaço Lucio Costa conta com uma exposição dos croquis apresentados pelo arquiteto no Concurso Nacional do Plano Piloto da Nova Capital do Brasil (Fonte: a Secretaria de Cultura do Distrito Federal).
Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 09:00 às 18:00 horas.
Entrada gratuita.

2. Museu Histórico da Brasília:

Também conhecido como Museu da Cidade, é mais um dos projetos de Oscar Niemeyer.
É o museu mais antigo de Brasília, inaugurado em 21 de abril de 1960 (Fonte: a Secretaria de Cultura do Distrito Federal), mesma data de fundação da cidade.

 

O primeiro museu da Capital (Foto: Tissiana Souza).

A inauguração do museu é um marco histórico importantíssimo, pois representa a transferência oficial da capital nacional do Rio de Janeiro para Brasília (Fonte: a Secretaria de Cultura do Distrito Federal).
Uma discreta e estreita portinha leva a uma escadaria para um salão único.
O mais diferente é que este não é um museu de exposições de obras e objetos! Nas paredes de mármore estão inscrições relacionadas ao sonho de construir uma capital nacional no Planalto Central (Fonte: Folder da Praça dos Três Poderes – Experimente Brasília).

 

Interior do Museu (Foto: Tissiana Souza).

Na fachada, há um busto em homenagem a Juscelino Kubitschek com a seguinte frase:

“AO PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA, QUE DESBRAVOU O SERTÃO E ERGUEU BRASÍLIA COM AUDÁCIA, ENERGIA E CONFIANÇA, A HOMENAGEM DOS PIONEIROS QUE O AJUDARAM NA GRANDE AVENTURA”.

Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo e feriados, das 09:00 às 18:00 horas.
Entrada gratuita.

3. Supremo Tribunal Federal:

O STF é o órgão máximo do Poder Judiciário brasileiro, composto por 11 ministros brasileiros natos.
O Palácio do STF está aberto à visitação pública gratuita de segunda a sexta-feira, às 10:00 e às 11:00 horas. Às segundas, terças e sextas-feiras há também visitas às 14:00, às 15:00, às 16:00 e às 17:00 horas (Fonte: stf.jus.br).
Os grupos são formados por, no máximo 30 pessoas. Não é necessário utilizar traje formal, porém, trajes esportivos não são admitidos nas visitas (Fonte: stf.jus.br).
A reserva para a visita é feita através do e-mail visitacao@stf.jus.br (informações detalhadas dos procedimentos em 
http://www.stf.jus.br/portal/cms/verTexto.asp?servico=sobreStfVisitacaoPalacio).
O Palácio do STF é outra obra assinada por Oscar Niemeyer. O edifício é apoiado lateralmente por pilares e sua disposição com relação ao solo dá a impressão de que o palácio flutua! As colunas do STF são uma derivação das colunas do Palácio da Alvorada (Fonte: Portal Brasil).
A famosíssima estátua “A Justiça”, de 1961 (aquela que vemos quase todos os dias na televisão), é uma obra de Alfredo Ceschiatti. É feita em granito e tem mais de 3 metros de altura! A mulher representada na estátua é a deusa grega Themis, de “percepção aguçada e julgamento perspicaz” (Fonte: Portal Brasil). Significa que a Justiça é igual para todos.

 

A famosa estátua "A Justiça", em frente ao Supremo Tribunal Federal (Foto: Tissiana Souza).

 

4. Palácio do Planalto:

É a sede do Poder Executivo, ou seja, é o local de trabalho do(a) Presidente(a) da República.
É na fachada do Palácio voltada para a Praça dos Três Poderes que está a famosa rampa que o novo Presidente sobe no dia de sua posse.

 

O Palácio do Planalto. Em primeiro plano, a estátua "Guerreiros" (Candangos) (Foto: Tissiana Souza)

O Palácio do Planalto é mais um dos grandiosos projetos de Oscar Niemeyer e foi concluído no ano de 1960 (Fonte: Palácio do Planalto).
A construção foi iniciada em 10 de julho de 1958. Enquanto o Palácio era construído, a sede do Executivo ficou instalada no Catetinho, nas imediações de Brasília (Fonte: Palácio do Planalto).
Aos domingos, ocorre visitação pública gratuita e guiada entre 09:30 e 14:00 horas. A cada 30 minutos um novo tour é iniciado. No entanto, é preciso reservar um horário, através do link: https://agenda.presidencia.gov.br/visitapr/visitapr_form_visita_eventos/
Quando estivemos em Brasília, a visitação ao Palácio estava suspensa.

5. Congresso Nacional:

É um dos edifícios mais emblemáticos de Brasília, também projetado por Oscar Niemeyer! Acredito que esta construção seja a mais representativa quando pensamos na cidade!
O conjunto é formado por duas cúpulas e dois prédios de 28 andares, onde funciona a sede do Poder Legislativo do Brasil, com a Câmara dos Deputados e o Senado.
Os plenários funcionam nas cúpulas. A cúpula menor e voltada para baixo é o plenário do Senado, e a cúpula maior, virada para cima, é o plenário da Câmara.
A disposição das cúpulas não é por acaso! Niemeyer projetou a cúpula da Câmara dos Deputados voltada para cima, significando o poder do povo, que vem de baixo para cima. Os deputados representam o povo. Já a cúpula do Senado, voltada para baixo, indica o poder do Estado, de cima para baixo, com os senadores representando as UFs.

 

Congresso Nacional, um dos pontos mais emblemáticos de Brasília (Foto: Tissiana Souza).

O Congresso, assim como os outros palácios, é aberto a visitas públicas gratuitas e guiadas. Às quintas-feiras, são atendidos somente grupos agendados. Nos outros dias da semana, exceto às terças-feiras (dia em que não há visitas), entre 09:00 e 17:30 horas, a visitação não precisa de agendamento, com grupos a cada 30 minutos.
Caso você queira agendar sua visita, é necessário preencher o formulário no link:
http://www2.congressonacional.leg.br/visite/agendamento-pt

Se você tem curiosidade de conhecer o Congresso Nacional sem sair de casa, é possível fazer uma visita virtual através de fotografias em 360º.
É só clicar no link a seguir:
http://www2.congressonacional.leg.br/visite/visitas-virtuais

No final de semana em que visitamos a cidade, o Congresso estava interditado ao público devido à ocorrência de manifestações.

*Para as visitas guiadas, fique atento com o seu vestuário. Mais informações sobre os trajes durante visitação estão nos sites dos Palácios.

Endereço

Praça dos Três Poderes - Brasília, DF, 70100-000 

Horário

Todos os dias

Para mais informações

Portal de Brasília:
http://www.df.gov.br/

Visite Brasília:
https://visitebrasilia.com.br/

Palácios e Residências Oficiais:
http://www2.planalto.gov.br/

Supremo Tribunal Federal - Visitação Pública:
http://www.stf.jus.br/

Congresso Nacional - Visite:
http://www2.congressonacional.leg.br/visite

Adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: